CENA HÍBRIDA QUA18OUT COM LARISSA SANGUINÉ E NANDO RAMOZ

A atriz e diretora Larissa Sanguiné (do Coletivo Quântico) e o ator e diretor Nando Ramoz (Pequeno Grupo de Teatro) nos prestigiaram com sua presença no Cena Híbrida desta quarta-feira, dia 18 de outubro, para falar de temas muito importantes, como a violência contra a mulher, a falta de cuidado com os animais e o meio ambiente. Infelizmente, em pleno 2017, ainda é necessário e urgente falar sobre estes assuntos - e a arte existe para nos acordar para, nos fazer pensar e olhar o mundo à nossa volta. Neste sentido, ambos estão fazendo seu papel. Nando Ramoz segue com o espetáculo Vamos Cuidar dos Animais, um monólogo destinado à conscientização das crianças sobre questões ambientais, que ele realiza há mais de dez anos em escolas e teatros da Capital e interior do Estado. Com roteiro escrito por ele mesmo, Ramoz subverte a lógica de que o teatro infantil deve ser "pura leveza", para apresentar, de forma divertida, uma realidade mais acinzentada, onde políticos não cuidam da cidade, e as pessoas destroem a natureza.

Já a performance Projeto Lilith -Pixações em Corpos Histéricos, novo trabalho do Coletivo Quântico, dirigida por Larissa (que também atua no espetáculo), é inspirada em personagens da mitologia (como a deusa Lilith e Pandora) e faz links para o cotidiano feminino, onde não raro nos deparamos com a culpabilização das mulheres na sociedade, abusos, violência, e uma série de tabus que envolvem sua sexualidade.  As cenas se inventam a partir de uma investigação acerca da invisibilidade e naturalização de violências contra as mulheres.

"Trata-se de uma criação teatral, movida por questões que afligem um universo de opressões íntimas e sociais do feminino", resume Larissa. Segundo ela, a performance que iniciou em ocupação de espaços públicos, agora segue para um espaço alternativo (Entreato Pub), dando continuidade em experimentações de processos anteriores, como o Projeto Medeia - A Reinvenção do Mito sobre a Mulher, o Poder, Conspirações, Golpe e Rock and Roll, realizado pelo Coletivo Quântico em 2016. Com o Projeto Lilith -Pixações em Corpos Histéricos o Coletivo dá voz às atrizes, usando-se de mitos da culpabilização da mulher, agora em Lilith e Pandora. "Este trabalho tem como objetivo investigar a relação entre espectador e artista, e usa como alavanca um discurso sobre a condição de ser mulher em uma sociedade patriarcal, criando ações performativas, a fim de gerar provocações sobre o discurso feminino." Projeto Lilith -Pixações em Corpos Histéricos tem apresentação única no domingo, dia 22 de outubro, com duas sessões (19h e 21h), no Entreato Pub (Rua da República, 163).

Por sua vez, a peça Vamos Cuidar dos Animais, ensina, diverte, estimula e convoca as crianças a participarem ativamente na tarefa de cuidar da natureza. A montagem já foi apresentada para mais de 330 mil crianças, em cerca de 40 cidades, e foi vencedora do Prêmio Pescador para Histórias Ecológicas em 2009, promovido pelo SESC e Prefeitura de Torres. Vale a pena conferir! Única apresentação no domingo, dia 22 de outubro, às 16h, na Sala Lili Inventa o Mundo – 5º andar da CCMQ.

 

Cena Híbrida tem apoio de:

 

 

Leave a reply

Web by: DELTA