Marycast: MM sex16jan

MM16JAN

MARY MEZZARI MM sex16jan2015 2

[separator]

Morre o maestro, produtor e compositor Lincoln Olivetti

O maestro, produtor, arranjador e compositor Lincoln Olivetti morreu na última terça-feira, 13, aos 60 anos de idade. Figura importante no cenário musical brasileiro desde a década de 1970, Olivetti não teve a causa da morte divulgada.

Durante a carreira, o músico trabalhou com nomes como Caetano Veloso, Jorge Ben, Tim Maia, Rita Lee, Gilberto Gil, Gal Costa, Roberto Carlos, Maria Bethânia, Ângela Rô Rô, Zeca Pagodinho, Fagner, Wando, entre outros. Recentemente, ele produziu arranjos e comandou a banda do programa The Voice, da Globo.

Olivetti também manteve uma prolífica parceria com o guitarrista Robson Jorge – morto nos anos 1990 –, com quem gravou o influente disco Robson Jorge e Lincoln Olivetti. Os dois foram responsáveis pelo tema da novela Baila Comigo, de 1978, e Olivetti também contribuiu com trilhas de outras novelas, como Dancin' Days (1981).

[separator]

CD E DVD COMEMORAM 70 ANOS DE MARLEY

2015 vai ser cheio de homenagens aos 70 anos do mestre Bob Marley, completados no próximo dia 6 de fevereiro. Uma das primeiras ações tem o aval da Família Marley, que abriu  seu acervo privado de músicas inéditas ao Universal Music Group. O resultado é um CD e DVD inéditos de um show realizado em Boston, em 8 de junho de 1978, durante a turnê Easy Skanking in Boston, com os The Wailers. As imagens teriam sido feitas por um fã, que recebeu autorização para ficar na frente do palco. O lançamento está previsto para o dia 10 de fevereiro de 2015. Entre as faixas tocadas, estão sucessos como “No Woman, No Cry, “I Shot the Sheriff” e “Get up, Stand Up“.

[separator]

Tequila Baby: Curta gaúcho com trilha sonora da banda será exibida neste sábado na RBS-TV

O que você faria se tivesse a oportunidade de realizar um antigo sonho que ficou esquecido? Em "Por Onde Anda o Rock and Roll" o personagem Tito aproveita sua chance. Ao ouvir no rádio a notícia do fechamento de uma casa noturna onde tocava com sua banda há 20 anos, resolve procurar os antigos amigos para um retorno aos palcos.

Revivendo o cenário musical porto-alegrense dos anos 1990, o curta vai ao ar no próximo sábado (17), às 12:25, e faz parte da 14ª edição do projeto Histórias Curtas.

No elenco estão João França, Nelson Diniz, Rogério Beretta, Fernando Mantelli, Áurea Baptista e Fernanda Azambuja.

Direção e roteiro de Felipe Iesbick, direção de fotografia de Fernanda Kern, direção de arte de Giordano Gio, direção de produção e produção executiva de Rogério Rodrigues e montagem de Alfredo Barros, para a produtora Atama Filmes. A trilha sonora conta com a participação da Tequila Baby.

[separator] 

BOYHOOD GANHA O GLOBO DE OURO

"Boyhood" foi o principal vencedor da 72ª edição do Globo de Ouro.  "Transparent", "Fargo" e "The Affair" foram os destaques entre as séries, com dois prêmios cada um.

Doze anos de trabalhos foram reconhecidos e "Boyhood: Da infância à juventude" levou três estatuetas: melhor diretor para Richard Linklater, filme (drama) e atriz coadjuvante, para Patricia Arquette. O longa foi gravado aos poucos entre 2002 e 2013. A história acompanha Mason (Ellar Coltrane) dos 6 aos 18 anos.

A cerimônia premiou filmes e séries de 2014, em 25 categorias, segundo votação da Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood. A maior surpresa da noite foi o vencedor na categoria melhor filme - comédia ou musical. O prêmio foi para "O Grande Hotel Budapeste", sendo que o mais bem cotado era "Birdman".

Amy Adams foi a melhor atriz de comédia ou musical por "Grandes olhos" e Julianne Moore ganhou entre as produções dramáticas, com "Para sempre Alice". Michael Keaton confirmou o favoritismo e recebeu o prêmio de ator em comédia ou musical por "Birdman ou (A inesperada virtude da ignorância)". O filme também ganhou a estatueta de roteiro. Eddie Redmayne ("A teoria de tudo") levou a estatueta de ator em filme dramático. Ele interpretou o físico Stephen Hawking. J.K Simmons levou o prêmio de ator coadjuvante, por "Whiplash - Em busca da perfeição".

O melhor ator de série dramática foi Kevin Spacey, por "House of cards". Foi a primeira vitória em oito indicações. Uma novidade na categoria de comédia foi "Transparent", com sua primeira temporada. Ela foi a vencedora de melhor série cômica ou musical e levou o primeiro Globo de Ouro para uma produção da Amazon. Foi também a primeira vez que uma produção feita para a internet levou o prêmio de melhor seriado.

George Clooney recebeu o prêmio Cecil B. DeMille, um Globo de Ouro honorário por sua contribuição ao cinema.

[separator]

Veja lista de indicados ao Oscar 2015

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood anunciou na manhã desta quinta-feira (15) os indicados ao Oscar 2015. "Birdman ou (A inesperada virtude da ignorância)" e "O grande hotel Budapeste" são os principais concorrentes, como nove indicações cada, incluindo melhor filme. Na sequência, vem "O jogo da imitação", com oito. "Boyhood: Da infância à juventude" disputa seis estatuetas.

Os nomes dos concorrentes das 24 categorias foram lidos pelos diretores J.J. Abrams e Alfonso Cuaron, pelo ator Chris Pine e pela presidente da Academia, Cheryl Boone Isaacs. O evento aconteceu em Bervely Hills, nos Estados Unidos. A cerimônia de entrega das estatuetas acontece em 22 de fevereiro.

O documentário "O sal da terra", sobre o fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado, foi indicado. Ele foi dirigido pelo alemão Win Wenders e pelo brasileiro Juliano Salgado, filho de Sebastião. Já o curta brasileiro "O caminhão do meu pai", de Mauricio Osaki, que estava entre os pré-indicados, ficou de fora.

Entre indicações a melhor atriz e atriz coadjuvante, esta é a 19ª vez que Meryl Streep concorre ao Oscar. Agora, ela disputa como coadjuvante por "Caminhos da floresta".

Meryl tem três estatuetas, duas de melhor atriz, por "A dama de ferro" (2011) e "A escolha de Sofia" (1982), e uma de melhor atriz coadjuvante, por "Kramer vs. Kramer" (1979).

A Academia de Hollywood mostrou também que adora Clint Eastwood. Com "Sniper americano", esta é a quinta vez que uma produção dele é indicada na categoria melhor filme. Antes, o veterano diretor e ator disputou com "Cartas de Iwo Jima" (2006); "Menina de Ouro" (2004), que venceu; "Sobre meninos e lobos" (2003); e "Os Imperdoáveis" (1992), que também venceu.

Entre os "esnobados" no Oscar 2015, destaca-se "Garota exemplar". O longa de David Fincher concorre em uma única categoria (melhor atriz, para Rosamund Pike). Já "Selma", apesar de concorrer à estatueta de melhor filme, obteve apenas uma outra indicação (melhor canção).

Veja, abaixo, a lista completa de indicados ao Oscar 2015:

Melhor filme

"Sniper americano"

"Birdman"

"Boyhood: Da infância à juventude"

"O grande hotel Budapeste"

"O jogo da imitação"

"Selma"

"A teoria de tudo"

"Whiplash"

Melhor diretor

Alejandro Gonzáles Iñárritu ("Birdman")

Richard Linklater ("Boyhood")

Bennett Miller ("Foxcatcher: Uma história que chocou o mundo")

Wes Anderson ("O grande hotel Budapeste")

Morten Tyldum ("O jogo da imitação")

 

Melhor ator

Steve Carell ("Foxcatcher")

Bradley Cooper ("Sniper americano")

Benedict Cumbertatch ("O jogo da imitação")

Michael Keaton ("Birdman")

Eddie Redmayne ("A teoria de tudo")

Melhor ator coadjuvante

Robert Duvall ("O juiz")

Ethan Hawke ("Boyhood")

Edward Norton ("Birdman")

Mark Ruffalo ("Foxcatcher")

JK Simons ("Whiplash")

Melhor atriz

Marion Cotillard ("Dois dias, uma noite")

Felicity Jones ("A teoria de tudo")

Julianne Moore ("Para sempre Alice")

Rosamund Pike ("Garota exemplar")

Reese Whiterspoon ("Livre")

Melhor atriz coadjuvante

Patricia Arquette ("Boyhood")

Laura Dern ("Livre")

Keira Knightley ("O jogo da imitação")

Emma Stone ("Birdman")

Meryl Streep ("Caminhos da floresta")

 

Melhor filme em língua estrangeira

"Ida" (Polônia)

"Leviatã" (Rússia)

"Tangerines" (Estônia)

"Timbuktu" (Mauritânia)

"Relatos selvagens" (Argentina)

 

Melhor documentário

"O sal da terra"

"CitizenFour"

"Finding Vivian Maier"

"Last days"

"Virunga"

 

 

Melhor documentário em curta-metragem

"Crisis Hotline: Veterans Press 1"

"Joanna"

"Our curse"

“The reaper (La Parka)"

"White earth"

 

Melhor animação

"Operação Big Hero"

"Como treinar o seu dragão 2"

"Os Boxtrolls"

"Song of the sea"

"The Tale of the Princess Kaguya"

 

Melhor animação em curta-metragem

"The bigger picture"

"The dam keeper"

"Feast"

"Me and my moulton"

"A single life"

 

Melhor curta-metragem em 'live-action'

"Aya"

"Boogaloo and Graham"

"Butter lamp (La lampe au beurre de Yak)"

"Parvaneh"

"The phone call"

Melhor roteiro original

Alejandro G. Iñárritu, Nicolás Giacobone, Alexander Dinelaris Jr. e Armando Bo ("Birdman"

Richard Linklater ("Boyhood")

  1. Max Frye e Dan Futterman ("Foxcatcher")

Wes Anderson e Hugo Guinness ("O grande hotel Budapeste")

Dan Gilroy ("O abutre")

 

Melhor roteiro adaptado

Jason Hall ("Sniper americano")

Graham Moore ("O jogo da imitação")

Paul Thomas Anderson ("Vício inerente")

Anthony McCarten ("A teoria de tudo")

Damien Chazelle ("Whiplash")

 

Melhor fotografia

Emmanuel Lubezki ("Birdman")

Robert Yeoman ("O grande hotel Budapeste")

Lukasz Zal e Ryszard Lenczewski ("Ida")

Dick Pope ("Sr. Turner")

Roger Deakins ("Invencível")

 

Melhor edição

Joel Cox e Gary D. Roach ("Sniper americano")

Sandra Adair ("Boyhood")

Barney Pilling ("O grande hotel Budapeste")

William Goldenberg ("O jogo da imitação")

Tom Cross ("Whiplash")

Melhor design de produção

"O grande hotel Budapeste"

"O jogo da imitação"

"Interestelar"

"Caminhos da floresta"

"Sr. Turner"

 

Melhores efeitos visuais

Dan DeLeeuw, Russell Earl, Bryan Grill e Dan Sudick ("Capitão América 2: O soldado invernal")

Joe Letteri, Dan Lemmon, Daniel Barrett e Erik Winquist ("Planeta dos macacos: O confronto")

Stephane Ceretti, Nicolas Aithadi, Jonathan Fawkner e Paul Corbould ("Guardiões da Galáxia")

Paul Franklin, Andrew Lockley, Ian Hunter e Scott Fisher ("Interestelar")

Richard Stammers, Lou Pecora, Tim Crosbie e Cameron Waldbauer ("X-Men: Dias de um futuro esquecido")

 

Melhor figurino

Milena Canonero ("O grande hotel Budapeste")

Mark Bridges ("Vício inerente")

Colleen Atwood ("Caminhos da floresta")

Anna B. Sheppard e Jane Clive ("Malévola")

Jacqueline Durran ("Sr. Turner")

Melhor maquiagem e cabelo

Bill Corso e Dennis Liddiard ("Foxcatcher")

Frances Hannon e Mark Coulier ("O grande hotel Budapeste")

Elizabeth Yianni-Georgiou e David White ("Guardiões da Galáxia")

Melhor trilha sonora

Alexandre Desplat ("O grande hotel Budapeste")

Alexandre Desplat ("O jogo da imitação")

Hans Zimmer ("Interestelar")

Gary Yershon ("Sr. Turner")

Jóhann Jóhannsson ("A teoria de tudo")

 

Melhor canção

"Everything is awesome", de Shawn Patterson ("Uma aventura Lego")

"Glory", de John Stephens e Lonnie Lynn ("Selma")

"Grateful", de Diane Warren ("Além das luzes")

"I'm not gonna miss you", de Glen Campbell e Julian Raymond ("Glen Campbell…I'll be me")

"Lost Stars", de Gregg Alexander e Danielle Brisebois ("Mesmo se nada der certo")

 

Melhor edição de som

Alan Robert Murray e Bub Asman ("Sniper americano")

Martín Hernández e Aaron Glascock ("Birdman")

Brent Burge e Jason Canovas ("O hobbit: A batalha dos cinco exércitos")

Richard King ("Interestelar")

Becky Sullivan e Andrew DeCristofaro ("Invencível")

Melhor mixagem de som

John Reitz, Gregg Rudloff e Walt Martin ("Sniper americano")

Jon Taylor, Frank A. Montaño e Thomas Varga ("Birdman")

Gary A. Rizzo, Gregg Landaker e Mark Weingarten ("Interestelar")

Jon Taylor, Frank A. Montaño e David Lee ("Invencível")

Craig Mann, Ben Wilkins e Thomas Curley ("Whiplash")

 

ENTREGA 22 DE FEVEREIRO

Novo filme de Angelina Jolie desperta ira no Japão

Um grupo conservador do Japão está acusando o novo filme de Angelina Jolie, Invencível, de racismo e quer bani-lo do país. O longa foi baseado no livro Invencível - Uma História de Sobrevivência, Resistência e Redenção, de Laura Hillenbrand e conta as aventuras do atleta olímpico americano Louis Zamperini . a O que vem desagradando os conservadores são as cenas em que o atleta é torturado por japoneses, durante a Segunda Guerra Mundial.

Sete anos após competir na Olimpíada de Berlim, em 1936, Zamperini se alistou no Exército dos Estados Unidos. Na guerra, sofreu um acidente com o avião da Força Aérea Americana, que caiu no meio do Oceano Pacífico. Após sobreviver em um bote salva-vidas por 47 dias, ele acabou capturado pelos inimigos japoneses. Tanto o livro como o filme descrevem ações de crueldade de soldados orientais contra os inimigos capturados, que eram agredidos, queimados, esfaqueados, decapitados e até comidos vivos em atos de canibalismo.

Com roteiro dos irmãos Joel e Ethan Coen, vencedores do Oscar por Onde os Fracos Não Têm Vez e Fargo, Invencível estreia no Brasil em 15 de janeiro de 2015.

[separator]

Sequência de ‘Avatar’ só sai em 2017

O diretor americano James Cameron disse que escrever uma sequência de trilogia para Avatar é tão complexo que ele teve que adiar a data de estreia do próximo filme. Agora, só em 2017 e mesmo assim no final do ano.Segundo ele, a data inicial era muito ambiciosa para um projeto dessa complexidade. O próprio Cameron lidera uma equipe de roteiristas que está escrevendo os três filmes ao mesmo tempo. E não é só o texto, eles estão fazendo todo o design, desenhando todas as criaturas e os ambientes.Lançado em 2009, Avatar se tornou o filme que mais arrecadou bilheteria na história do cinema (US$ 2,8 bilhões), além de três Oscars

[separator]

Leave a reply

Web by: DELTA