Marycast: MM sex03abr

MM03ABR

A Opus Promoções confirmou três grandes atrações para a agenda cultural de Porto Alegre em abril. Nos dias 8, 9 e 10 o grupo percussivo Stomp, que faz sucesso em apresentações na Broadway e na  London West End usando instrumentos inusitados – como vassouras, baldes e caixas de fósforos –, fará uma curta temporada de apresentações no Teatro do Bourbon Country. No dia 23, os mineiros do Skank subirão ao palco do Auditório Araújo Vianna com a turnê de lançamento do mais novo disco da banda, intitulado Velocia. Samuel Rosa (guitarra e voz), Henrique Portugal (teclados), Lelo Zaneti (baixo) e Haroldo Ferretti (bateria) tocarão sete das onze músicas inéditas do álbum recém-lançado e sucessos como É uma partida de futebol, Dois Rios, Jackie Tequila Saideira e Te Ver. E no dia 25 a premiada cantora e compositora Christina Perri fará seu primeiro show na Capital, no Auditório Araújo Vianna. A americana é dona do hit A Thousand Years, lançado no filme Amanhecer da saga Crepúsculo, e também de sucessos como Human e Jar of Hearts.

[separator] 

STOMP

O grupo percussivo Stomp, que faz sucesso em apresentações na Broadway e na  London West End usando instrumentos inusitados – como vassouras, latas de lixo, baldes, isqueiros e caixas de fósforos – além do próprio corpo dos artistas, começa as apresentações brasileiras com uma curta temporada em Porto Alegre, de 8 a 10 de abril, no Teatro do Bourbon Country. A trupe está em excursão há 24 anos e já realizou mais de 20 mil shows, tendo se apresentado para cerca de 12 milhões de pessoas, incluindo celebridades como Bob Dylan, Bruce Springsteen, Liza Minnelli e Tom Waits.

Com uma combinação única de percussão, movimento e comédia visual, o Stomp foi criado em Brighton, na Inglaterra, durante o verão de 1991, como resultado de uma colaboração de dez anos entre os criadores Luke Cresswell e Steve McNicholas. Os dois trabalharam juntos pela primeira vez em 1981 como membros da banda de rua Pookiesnackenburger e do grupo teatral Cliff Hanger. Juntos apresentaram uma série de musicais de rua no Festival de Edimburgo e ao longo dos anos 1980.

SERVIÇO STOMP

De 8 a 10 de abril

Quarta, quinta e sexta, às 21h

Teatro do Bourbon Country (Av. Túlio de Rose, 80 / 2º andar – Shopping Bourbon Country)

www.teatrodobourboncountry.com.br

[separator] 

X Files volta à telinha

Depois de um intervalo de 13 anos, "The X-Files" está oficialmente voltando à televisão como uma mini série de seis episódios na Fox.

David Duchovny e Gillian Anderson estão retomando seus papéis icônicos como

agentes do FBI Fox Mulder e Dana Scully como fenômenos paranormais que investigam-. O criador / produtor executivo Chris Carter também retorna para dirigir esse reinício. A volta está marcada para começar este verão (no hemisfério norte), com uma data de estréia ainda não anunciado.

A série de sci-fi estreou em 1993 e ganhou 16 prêmios Emmy durante sua temporada de nove anos. Superou todos os cálculos da Fox, chegando a quase 20 milhões de espectadores em suas quarta e quinta temporadas.

"X-Files" gerou dois longas-metragens e lançou as carreiras de vários escritores de TV bem conhecidos, incluindo "Breaking Bad" criado por Vince Gilligan e Howard Gordon de "Homeland".

O reinício de X Files segue a tendência da Showtime, que vai recomeçar "Twin Peaks"  e da NBC que vai retomar e "Heroes".

[separator] 

Rebel Heart (álbum)

Rebel Heart é o décimo terceiro álbum de estúdio da cantora americana Madonna, lançado primeiramente na Austrália em 6 de março de 2015 pela Interscope Records.1 Em 2014, Madonna começou a postar uma série de fotos no site de mídia social Instagram, onde sugeria possivelmente, escritores e colaboradores para o álbum com legendas de numerosas hashtags, como Avicii, Natalia Kills e Diplo. O álbum centra-se em dois temas: ouvir o coração e ser um rebelde. Madonna observou dois temas distintos emergindo organicamente e sentiu a necessidade de expressar isso. Então o álbum foi intitulado como Rebel Heart, desde que ela lidou com duas faces diferentes, de seu lado romântico e seu lado rebelde e renegado.

No fim de 2014, quase trinta canções em suas formas demo foram disponibilizadas ilegalmente na internet, deixando Madonna enfurecida, chamando o vazamento de "estupro artístico" e uma forma de terrorismo. Ela foi criticada pela comparação. Isto fez a equipe da cantora antecipar o lançamento do álbum e colocá-lo em pré-venda, com seis faixas terminadas. A capa foi revelada com o rosto de Madonna enrolada em fios pretos, tornou-se popular nos meios de comunicação social, resultando em inúmeros memes. Fãs enrolaram fios pretos em seus rostos para se parecer com a capa.

O primeiro single do álbum, "Living for Love", foi lançado em 20 de dezembro de 2014 em forma de streaming digital. O segundo single, "Ghosttown" foi anunciado em 13 de Março de 2015.

[separator] 

A volta da JUSTA CAUSA!

A "Justa", como a gente chamava carinhosamente, nos anos 80, era aquela banda que fazia um som peculiar, misturando várias influências, do rock ao MPB, passando pelo funk, tudo muito bem feito e com muita personalidade.

Seus shows eram imperdíveis, e o "Ratão" é um vocalista com grande carisma e simpatia, além de ter um jeito bem especial de cantar, quase que contando uma estória,

sempre com muiuto bom-humor e alma.

Já era hora! Com tantas "voltas" inúteis (nem vou citar "nombres") por aí,

a gente fica super-feliz de saber que teremos a "JUSTA" de volta.

A formação atual conta principalmente com o Ratão e o Cray no comando.

A 1ª música,"Outro Lugar", já começa com um riff de guitarra poderoso e segue com uma linha envolvente, que prende o ouvinte até o final.

Ansioso para escutar o disco completo, que está sendo gravado pelo produtor Piero Viera líder do grupo de rock O Giro, que deve sair em breve!

[separator]

Leave a reply

Web by: DELTA