CENA HÍBRIDA QUA13DEZ COM FLÁVIO PERES, KAYA RODRIGUES, EDUARDO SEVERINO E ALEXANDRE VARGAS

O final do ano está chegando, carnaval está quase aí, e Porto Alegre fica muito mais animada com a saída do Bloco da Laje! Quem já participou desta festa não me deixa mentir, e quem nunca ouviu falar, trate de se informar, porque vale muito! Nesta quarta, a atriz Kaya Rodrigues, integrante do coletivo que promove essa celebração carnavalística na cidade, esteve na DinamicoFm para nos contar como está a finaleira do financiamento coletivo promovido para levantar fundos pra coisa toda acontecer. E, até agora, está bombando, com mais de 84% de contribuições! Dá uma passada no site https://www.catarse.me/blocodalaje2018 e deixa tua cota de apoio por lá!

 

Bloco da Laje no Carnaval 2017, registro de Biel Gomes e Antônio Ternura. Trilha sonora: Bloco da Laje e Arturo Cussen.

Nossa conversa também contou com a presença do ator e diretor Alexandre Vargas, idealizador e curador do Intercena, um projeto voltado a fomentar a cadeia produtiva das artes cênicas, através da internacionalização, via quatro eixos de atuação. Serão vários dias de capacitação para 22 companhias de teatro, dança e circo; seguido de rodada de negócios com mais de 30 curadores e programadores de festivais nacionais e internacionais. O evento também promoverá o 1º Seminário Internacional Sobre Festivais de Artes Cênicas e Apoio para Cias de Artes Cênicas ou Festivais para o intercâmbio das produções cênicas. Esse conjunto de ações fortalecem o desenvolvimento sustentável da cadeia produtiva de artes cênicas e é muito bem vindo, em um momento onde o cenário é bastante adverso.

Mas se há algo que um artista sabe fazer é resistir. Nem que por vezes isso seja optar por se retirar de cena. Junto com a Kaya e o Alexandre, recebemos o bailarino e coreógrafo Eduardo Severino, que até há pouco tempo atrás integrava o grupo de coletivos do projeto Usina das Artes. Após uma tentativa de se adaptar ao novo espaço destinado às cias de teatro, dança e circo do projeto, por conta da obra anunciada na Usina do Gasômetro, Severino decidiu dar um tempo com tudo. Foi difícil, está sendo bem dramático parar com uma trajetória initerrupta de 17 anos da Cia de Dança Eduardo Severino. Mas a boa notícia é que, guerreiro, esse bailarino reconhecido local, nacional e internacionalmente há de voltar à cena em breve. Antes disso, a ideia é voar, se renovar, estudar, sacodir a poeira e dar a volta por cima. Botamos a maior fé. Evoé! Ouve lá nossa conversa pra se aprofundar no papo que eu levei com o trio. E não deixa de ir até o fim do áudio, porque tem uma surpresa linda, com a palhinha da Kaya e do músico Flávio Peres que chegou no final do programa para nos agraciar com um momento lindo cheio de poesia! #Escutanóis!

 

Cena Híbrida tem apoio de:

 

Leave a reply

Web by: DELTA