CENA HÍBRIDA QUI16JAN COM SILVIA DUARTE E MALÊ BARCELLOS

Cena Híbrida deste 16 de janeiro debateu assunto mais que urgente, sobre machismo e racismo, em tempos onde o "a luta dos outros" ainda desinteressa muita gente.  Estiveram na DFM a atriz e produtora Silvia Duarte e a comunicadora e radialista Malê Barcellos, integrantes do Coletivo A Única Negra - que vai promover sarau literário-musical de mesmo nome no próximo dia 23 de janeiro, às 20h, no IN sano Pub (Lima e Silva, 601, Cidade Baixa).

Iniciativa que estreou em novembro do ano passado, o Sarau A Única Negra retorna para segunda edição com o tema Cabelo: Bom ou Ruim? buscando promover provocação quanto ao impacto dos padrões de beleza atuais na vida das mulheres negras e na construção da sua subjetividade. O encontro mantém a proposta de reunir um coletivo de artistas descendentes da diáspora africana para discutir poeticamente a presença minoritária da mulher negra em espaços de produção intelectual e de consumo.

Nesta edição, ocorrem performances musicais e leituras de Nina Fola (Afroentes/Coletivo Atinukés), Glau Barros, Denizeli Cardoso, Camila Toledo (Banda Motherfunky), Gabriela Vilanova (OSPA), Mariana Costa, Delma Gonçalves, Débora Otunolá (Marcha do Orgulho Crespo) e as nossas entrevistadas Maria Letícia "Malê" Barcellos (Programa Tá na Mesa) e Silvia Duarte. Na ala instrumental também estão Alexandra Amaral (percussão) e Handyer Oyarzabal (teclados).

A abertura será com o filme dirigido por Yasmin Thainá, Kbela (2015), Melhor Curta-metragem da Diáspora Africana da Academia Africana de Cinema (AMAA Awards 2017) e Melhor Filme do 5° Festival Curta Brasília, segundo escolha do júri e audiência (2016).

Parte do debate, que é amplo, a gente discutiu no programa cujo podcast vocês encontram no link abaixo. #escutanois e, se for o caso,#repense seus preconceitos, #procuresaber, e deixe florescer #empatia.  Evoé!

Por Adriana Lampert

 

Leave a reply

Web by: DELTA