Banda Eddie chega a Porto Alegre na Segunda Maluca 27/11

Foto: Beto Figueiroa/TragoBoaNoticia
Divulgação Banda Eddie.

 

Prestes a lançar o sétimo disco de inéditas, a Eddie passa por Porto Alegre após um hiato de 13 anos sem tocar no estado. O show acontece na próxima segunda feira, dia 27, dentro do Projeto Segunda Maluca no Ocidente. O disco Mundo Engano, sucessor de Morte e Vida(2015), foi anunciado pela banda em suas redes, no último dia 15 junto com o single “O Mar Lá Fora”. O lançamento é marcado para 15 de Janeiro de 2018.


Na estrada desde o início do mês, a Eddie passou por Salvador, Aracaju, Rio de Janeiro e São Paulo. A banda se apresenta no próximo sábado em Florianópolis, chega a Porto Alegre na segunda feira, volta a São Paulo, e passará ainda por Brasília e São Luis do Maranhão. Esta circulação segue a lógica independente de trabalho da banda. Fabio Trummer, vocalista e guitarrista da banda, conta que “a Eddie nunca teve um projeto de circulação aprovado por edital, e a gente entendeu ao longo desse tempo o mecanismo que ‘você é a empresa, você precisa pagar as suas produções, as suas turnês, os seus cds, os clipes’. A gente tem pouco clipe porque acaba não sobrando grana pra fazer tudo”.

Há 29 anos a banda de Olinda(PE) banca esse caminho mais difícil, pela construção de “longo prazo” diz Trummer. “O grande lance é pensar o longo prazo e preservar a verdade do trabalho, distante da moda atual, pois a moda é sugada pelo mercado e usada até cansar, até gastar toda a imagem e daqui pouco a moda passa. A longo prazo tem que ser uma musica sua, uma musica que vai se desenvolvendo aos poucos, que você vai se encontrando e se reconhecendo nela e só assim eu vejo, deve haver outras maneiras, mas esse foi o nosso caminho”.

Questionado sobre o investimento, Fábio responde que “você pode até estar gastando pra tocar, mas não pode estar parado. Se a Eddie tivesse música tocando nas rádios direto, em programas de tv, em séries, etc, seria bacana. A gente tem alguma coisa como ‘Quando a Maré Encher’, ‘Pode me chamar’, trilhas de filmes, mas não é nada que gere tanto pra gente poder ficar tranquilo”. Sobre o risco, explica que se a banda não rodar música não anda, e que se música não chegar nos ouvidos das pessoas, a banda vai desaparecendo. “É um risco claro, porque a gente banca tudo, mas até agora nesta circulação tivemos as expectativas superadas”

No show desta turnê a Eddie passeia pelo repertório de sua discografia, além de algumas inéditas de Mundo Engano. Fabio Trummer explica que a banda mantém esse formato de show pela relação com os fãs. “Nos baseamos na obra. Essa turnê só não tem música do primeiro álbum, Sonic Mambo, por ser uma formação diferente. A gente por ser uma banda de musico autoral e cada um tem uma identidade muito própria, se sair um e entrar outro, a coisa já se transforma em outra. Aliás, isso é o que caracteriza a Eddie. Nós somos a música de cada um desses cinco”.

Foto: Beto Figueiroa/TragoBoaNoticia
Divulgação Banda Eddie.

O show marca ainda os 18 anos do projeto Segunda Maluca, da Rei Magro Produções, parceiro neste show, guardião local da bandeira de Pernambuco. Os ingressos antecipados estão disponíveis neste link.

Leave a reply

Web by: DELTA